Consultas: 71 3036-4040 | 71 3036-4141

Halitose

Halitose significa mau hálito e pode ter diversas causas:
- desordens odontológicas e linguais;
- infecções e "cálculos" na garganta;
- respiração oral por rinites, desvio de septo, adenóide; 
- refluxo;
- desidratação; 
- jejum prolongado;
- alguns tipos de alimento.

Orientações
- Procurar o dentista como primeira medida.
- Ter o hábito de escovar a língua para remoção de células epiteliais aí aderidas.
- Escovar o dente regularmente, fazer uso de fios dentais e líquidos antisépticos (sem álcool) após às refeições.
- Fazer consulta com o otorrinolaringologista para tratar alterações orais e nasais.
- Fazer consulta com o gastro para afastar doença do refluxo entre outras.
- Reduzir a ingestão de substâncias gordurosas como leite, queijos e manteiga.
- Evitar alimentos aromáticos capazes de produzir halitose, tais como alho, cebola, ovo, azeitona, azeite, sardinha, salames, repolho, couve-flor, alcachofra, brócolis, etc.
- Evitar o uso de cigarros, bebidas alcoólicas, chás pretos e café
- Ingerir líquidos com freqüência (pelo menos 2 litros de água ao dia)
- Evitar jejum prolongado. Alimentar-se a cada 3 horas
- Ingerir alimentos considerados detergentes: maçã, laranja, abacaxi, cenoura.
- Ficar atento para o uso de tranqüilizantes, antidepressivos, drogas para mal de Parkinson, diuréticos, anti-histamínicos, anoréticos, laxantes, antiácidos, antipasmódicos, pois podem causar halitose

Quando a halitose estiver incomodando muito você pode:
- Escove a língua e os dentes com bicarbonato de sódio
- Faça bochechos e gargarejos com água oxigenada 10vol (1 colher de sopa em ½ copo de água)